A secretária da Segurança Cidadã, Emanuela Leite e o secretário da Educação, Herbert Lima, da Prefeitura de Sobral, estiveram reunidos nesta quinta-feira (06/05), de modo virtual, com o objetivo de fortalecer a comunicação entre as duas pastas para ampliar as ações de planejamento em conjunto das secretarias.

A secretária Emanuela Leite destacou que esse foi o primeiro de vários encontros. "Já temos marcado para a semana que vem um encontro com os diretores das escolas municipais, para ouvir ideias, opiniões e sugestões de melhorias. Também queremos, se já existem políticas de gestão de conflitos nas escolas, entender a forma e o nível como são aplicadas".

A secretária enfatizou, ainda, a importância desse trabalho integrado para a consolidação de projetos e para "elaborar formações para alunos e colaboradores, construir projetos para as escolas e fortalecer o vínculo da população estudantil com a Segurança Cidadã e a Guarda Civil Municipal de Sobral".

Emmanuela Cipriano, coordenadora de Diagnósticos e Cultura de Paz da SESEC, que também participou da reunião, destacou a importância do fortalecimento da parceira na execução de projetos. "Nós conversamos sobre o fortalecimento de projetos já existentes, como o Ronda Escolar, e sobre como potencializá-los. Além disso, dialogamos sobre a criação de possibilidades de inserção de novos projetos nas escolas, que contemplem temas como mediação de conflitos, comunicação não violenta e práticas restaurativas", disse. Também esteve presente à reunião a gerente da célula de Mediação e Justiça Restaurativa, Thais Amorim.

Os guardas municipais que receberam a primeira dose da vacina até o dia 2 de abril estão sendo vacinados, nesta quarta-feira (05/05), com a segunda dose da Coronavac. A Guarda Civil Municipal de Sobral (GCMS) está seguindo o calendário de vacinação municipal, que segue o critério do Ministério da Saúde.

O calendário de vacinação é divulgado de acordo com o recebimento das doses pelo Governo do Estado e posterior repasse aos municípios.

Agentes da Guarda Civil Municipal de Sobral que estavam na barreira sanitária na Avenida Cleto Ferreira da Ponte, receberam uma denúncia, na manhã desta terça-feira (04/05), de que uma pessoa estaria escondendo uma moto em um matagal.

Foi acionada a composição da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) que, ao realizar diligências, avistou, na estrada próxima à localidade Boqueirão (CE-180), cinco indivíduos em fuga. Após confirmada a suspeita, e com apoio da Polícia Militar, foi realizada a prisão de três indivíduos; foram recuperadas duas motos (uma com queixa de roubo) e apreendida uma pistola calibre .40.

Os homens foram encaminhados para a Delegacia Regional da Polícia Civil, assim como a arma e os veículos, para que sejam realizados procedimentos necessários e a restituição dos bens aos proprietários.

Nesta quarta-feira (05/05), a comissão da Secretaria da Segurança Cidadã formada para criação do Plano de Segurança do município, se reuniu, virtualmente, para traçar ações e projetos.

O plano irá definir as metas e ações a serem desenvolvidas e colocadas em prática por cada coordenadoria, no prazo de 2022-2025, com programas e projetos voltados à prevenção e o combate à violência e criminalidade, integrando setores de assistência social, educação, cultura, esporte e lazer, organizando tudo isso dentro de um orçamento.

 

A Guarda Civil Municipal de Sobral (GCMS), por meio da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), recuperou, na manhã desta segunda-feira (03/05), uma moto com queixa de roubo. O veículo estava escondido em um matagal nas proximidades do Residencial Jatobá II; e foi localizado durante a realização de rondas da equipe de motos do Romu.

Após verificar a origem da motocicleta e constatada a queixa de roubo, a equipe acionou o efetivo de trânsito da GCMS para apoio e condução do veículo para Delegacia de Polícia Civil, onde foram realizados os devidos procedimentos e restituição do bem ao proprietário.

A comandante da GCMS, Simone Machado, destaca que as rondas são definidas após um estudo prévio baseado em dados oficiais. "Nossas ações como rondas, instalação de bases móveis e pontos de apoio são tomadas mediante análise de dados internos de Segurança Pública, principalmente os que são repassados pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), por isso é importante que as pessoas registrem as ocorrências, por meio do 190 e do Boletim de Ocorrência", explicou.