A- A A+ |
Sobral é tudo.
Sobral é da gente.
Sobral é agora.
Categorias
Palavras Chave

Servidores e membros da comunidade em geral participaram, nos dias 20 a 22 de setembro, do Curso de Mediação Comunitária, no auditório da Defensoria Pública do Ceará. Articulado pela Coordenadoria de Diagnóstico e Cultura de Paz da Secretaria da Segurança Cidadã (Sesec), o curso foi conduzido pela equipe da Coordenadoria de Mediação, Justiça Restaurativa e Cultura de Paz (Compaz) da Governadoria do Estado do Ceará.

A mediação comunitária busca promover o diálogo e a autodeterminação das pessoas envolvidas em um conflito, constituindo-se em um indispensável elemento para o incremento e fortalecimento das relações interpessoais na sociedade. "Formar novos mediadores de conflitos também implica em fortalecer os espaços que trabalhem com uma gestão positiva de conflitos no âmbito do nosso município, além de estimular a resolução de demandas cotidianas por meio de outras possibilidades, além da via judicial”, ressaltou a gerente do Núcleo de Justiça Restaurativa, Thais Amorim.

Foram 45 participantes, dentre servidores da Sesec, Guarda Civil Municipal, alunos do Projeto Jovem Guarda, profissionais de núcleos de mediação, facilitadores de diálogos comunitários, articuladores de juventude e membros de coletivos das comunidades (Periferia Viva).

A mediação comunitária difere de outras práticas conservadoras justamente por incentivar uma participação mais ativa das pessoas na vida e convivência em sociedade, além de estimular o desenvolvimento de ideias que considerem a coletividade em detrimento dos interesses individuais.

Facebook